quinta-feira, 16 de julho de 2015

Benvindos ao Xurés!



Desta vez o passeio foi por terras Galegas, fomos a Torneiros. Depois da Portela do Homem segue-se sempre até esta pacata terra. Aqui existem piscinas naturais de água quente.

Estas águas são termais, por isso muita gente procura este local pelos seus benefícios para  a saúde.

Na piscina que vêm na última foto, a água é tão quente que só os mais corajosos lá vão. Eu fiquei-me pela cintura, nada mal!


Deste lado a água já é fria.




Aqui a água é morna. Há sítios onde está mais quente, noutros mais fria. É à escolha do freguês, basta procurar o local que mais lhe agrada.



Ai, ai, as saudades!!

terça-feira, 14 de julho de 2015

Vilarinho da Furna - a aldeia submersa


A primeira vez que li sobre Vilarinho da Furna, foi numa pesquisa que fiz antes de ir para o Gerês. Tudo o que sabia, é que era uma aldeia submersa, após a construção de uma barragem.

Quando o nível da água do Rio Homem está mais baixo, consegue-se ver a aldeia. Não tive sorte, não consegui para ver. A foto acima é de uma outra foto que vi no Museu da Geira.



Ao visitar o Museu de Vilarinho da Furna conheci um pouco mais da história deste povo, que vivia de forma humilde e do seu trabalho. Esta era uma aldeia comunitária que se auto sustentava, até ao dia em que a Companhia de Electricidade resolveu construir ali uma barragem.

Esta barragem foi o fim de Vilarinho da Furna. Os seus habitantes receberam uma misera indemnização e tiveram de partir, deixando as suas casas submersas, nas águas do rio que outrora tinha sido o seu sustento.







Deixo-vos aqui um vídeo que conta como era a vida em Vilarinho da Furna, muito interessante, já que o relato é feito por um dos seus habitantes.

É engraçado como eles tinham as suas próprias leis e aquele que não cumprisse, deixava de ser bom vizinho, teria que se safar sozinho, pois era mesmo posto de parte.

Quem tiver curiosidade não deixe de ver!

sábado, 11 de julho de 2015

Umas férias passadas mais a Norte


Este ano passamos as férias no Gerês, em Campo do Gerês mais propriamente. Uma maravilha!

Paisagens lindas,com tanto para ver e nós vimos tão pouco. Não posso esquecer, da próxima vez que for para o Gerês tenho de levar sapatilhas, isto de fazer trilhos com chinelos de praia não dá muito jeito.



Uma coisa que não esqueci foi de levar uns sapatos ou sapatilhas para andar na água, algo que lá dá muito jeito porque as lagoas e albufeiras são cheias de pedras e pedrinhas.

Mapa do Campo do Gerês

Rio Homem




Piscina do Parque de Campismo da Cerdeira



Curiosamente, não tenho grandes fotos do Parque de Campismo em que ficamos, mas deixo aqui o link para poderem espreitar. É um excelente parque, a única coisa que não gostamos foi do serviço do restaurante, muito lento.
Nós fazíamos sempre o almoço, mas jantávamos no restaurante. Ali no parque era bastante conveniente mas optamos por ir jantar à Vila do Gerês, justamente pela essa razão.

Os dias estiveram quentes, mas as noites eram bem frias. Levei casaquinho, mas não chegou, tive mesmo de comprar um fato de treino. Lá está para a próxima já sei, agasalhos como deve de ser e sapatilhas.;)

Por hoje o relato está feito, mas depois volto, para contar mais.
Bom fim de semana!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...